SAUDADE DE IPUEIRAS

domingo, junho 18th, 2017

SAUDADE por Luiz Alpiano Viana (12.04.2007)
12.4.07
SAUDADE

POR
LUIZ ALPIANO VIANA

Dizem que saudade é tudo aquilo que ficou daquilo que não restou. Mas eu acho que saudade é o registro do passado, lembrança dos tempos que não voltam mais, dos primeiros passos de vida, dos erros e dos acertos que ficaram no passado.

Em Ipueiras, vivi todas as fases de minha vida: infância, adolescência e adulta. Como posso esquecer dos lugares onde nasci, onde namorei, onde peralteei, dos banhos no rio Jatobá, das pescarias com um litro branco de fundo estufado para dentro! Meu rastro está gravado em volta da estação ferroviária, na calçada do Guarani e nas salas do Colégio Estadual Otacílio Mota.

Cada ipueirense tem uma história belíssima para contar! Quem não se lembra de Dona Diana dedilhando numa clave de dó maior, energizando o ambiente nas festas de Nossa Senhora da Conceição, e nas missas dominicais! Quem não se lembra também de Prêta, mulher do “pipoco”, dos dribles desconcertantes de Paiaz, da locução de Casca, do Zeca Bento na calçada do cartório, gritando pelo Tadeu! Ah Ipueiras, de ti nunca me esquecerei! Onde quer que esteja um filho teu, honra te prestará com disposição e orgulho. Teus filhos, netos e bisnetos, que brincam com as letras, sabem conjugar muito bem o verbo enaltecer.

Os que são cultos te dedicam livros, crônicas e poesias. E eu, o menor dos menores, ofereço-te este texto, não no estilo jornalístico e acadêmico dos que constantemente te escrevem, mas com a verdadeira correção gramatical do amor, da gratidão e da humildade. Eu também quero escrever-te poemas nem que sejam de versos monossilábicos. E quando eu os fizer não me envergonharei dos erros de gramática.

Aquele que já viu o sol nascer por traz do morro do Cristo e se aninhar na serra da Ibiapaba, tem nas veias o sangue de uma tribo que, como eu espezinhando a língua de Camões, habituou-se a escrever sobre sua cidade.

Assisti à derrubada das carnaúbas do centro da cidade. Vi Jeremias clamar para elas permanecerem de pé, mas o progresso falou mais alto e o machado impiedosamente venceu. À noite, na Rádio Vale do Jatobá, Jeremias lia uma crônica que dava por encerrada a época dos meninos que cavalgavam num talo de carnaúba. Como ele, eu também cavalguei num alazão, um ginete por todos admirado, com uma calda bem cuidada, ao estilo manga larga.

A cidade cresceu e com ela também, seus filhos. Muitos tiveram de sair em busca de melhores dias, outros ficaram, onde ainda estão até hoje. Mesmo morando distante, o ipueirense volta de vez em quando para participar da festa de Nossa Senhora da Conceição. A banda de música no patamar da igreja e a batida do sino pelo Antônio Jardilino, nas manhãs de domingo, convidando a comunidade para a Santa Missa, dá-nos um aperto no peito e a saudade faz-nos recordar memoráveis momentos, principalmente do primeiro beijo na primeira namorada.

Um homem raquítico, vestido de terno, gravata, chapéu de massa, sapatos pretos, caminha à noite, a passos lentos, na calçada da Praça Padre Angelim de frente à Igreja Matriz. Ele cantarola uma canção que eu não conhecia. Certamente, uma de sucesso de sua época… Dario Catunda, meu mestre de língua portuguesa, não foge à regra, é um exemplo ímpar de cultura e de cidadania. Falar desse homem é preciso conhecê-lo bem, pois se trata de um ser humano do mais alto nível espiritual e humanitário. São coisas desse tipo das quais o povo de Ipueiras tanto se orgulha. Honro-me por ser conterrâneo de Costa Matos, Gerardo Mello Mourão, Frota Neto, Boré, Heládio, Major Sebastião, Tim Mourão e tantos outros.

Eu te amo muito, Ipueiras! Teu sol é mais frio e aconchegante, tua brisa tem cheiro de mato verde, perfume natural da serra da Ibiapaba. Teu povo, como sempre hospitaleiro e cavalheiro, tem o coração cheio de amor e paz para dar. Fica em paz sob a proteção do Cristo Redentor, e dorme tranqüila à margem do Jatobá. Tu serás para sempre, Ipueiras, minha eterna e querida namorada!

TOBY

domingo, junho 11th, 2017


Luiz Alpiano Viana Alpiano

TOBY

Toby é um cão muito querido, vem da linhagem de poodle. Tanto as pessoas adultas quanto as crianças adoram-no.Poodle de origem!

Corre às léguas com medo de fogos de artifício! Debaixo da cama é o lugar preferido para se esconder. Até mesmo da explosão de uma simples bolinha de aniversário, tem medo.

Na época das grandes chuvas, à noite, era um tormento. Quando o relâmpago abria que clareava todo o interior do quarto, ouvia-se, imediatamente o grunhindo delem como que estivesse pedindo socorro.

De pé, com as patinhas dianteiras sobre o colchão, olhava para mim, fungava como quem pedisse pelo amor de Deus que se lhe colocasse num lugar seguro. Não era possível colocar um cão na cama, mas ele insistia como uma criança, daquelas melosas, que quer carinho, chamego e um ossinho para escovar os dentes. Eu não lhe permitiria isso. Seu pedido era rejeitado, até por que, se lhe fizesse uma vez, assim o seria para sempre. Já bastava a convivência que se tem com ele, mimado como um ser humano. As pessoas da casa são muito generosas, pois lhe dão todos os carinhos do mundo.

A cama onde dorme é um travesseiro com a aparência de um pequeno colchão de boneca. De um lado tem água à vontade, e, do outro, rações especiais em abundância. O estranho é que quando pega no sono ronca muito, e, muitas vezes, confunde-se seu ronco com o das pessoas que dormem no mesmo quarto.

Acordamos – quase sempre bem cedinho da manhã. Ele também desperta e já começa sua própria labuta que não é diferente da do dia anterior. Na cozinha, sob nossos olhares, acocora-se, de cara para cima espera que se lhe dê um petisco. Cheio de querer, não come do que a gente come! Logo se percebe que é muito exigente. Se se põe pão, não quer… Se lhe mostro um pedaço de maçã, também não… Acho que comeria pêra! Eu penso… E quando lhe mostro uma prova, simplesmente cheira, dá uns três fungados como se aquela comida estivesse estragada para seu estômago!

No banheiro, lá está, sentando nas patas traseiras, de frente para o aparelho sanitário, olhando-nos com a cara de cachorro desconfiado. Já pensou num cachorro seguindo nossos passos?

– Toby, eu não entendo por que rejeitas a comida dos humanos! Lembra-te que és um animal doméstico, e não, gente! Mas, diante de toda essa história de cão, mudei de opinião! O ser humano, em alguns momentos da vida, perde feio para ti em comportamento e doçura! Parabéns!

Não aprovo também nem um pouco quando desces e urinas os quatro pneus de meu carro. Se não sujares mais os pneus do carro, eu até te recompensarei: Dar-te-ei um pedaço de queijo no café da manhã! Combinado?

Os cães apenas não falam, mas, entendem tudo que a gente conversa, principalmente quando o assunto é sobre eles. O Toby é assim, entende tudo que se fala.

Ah! Eu te prometi uma caixinha de traques. Aquelas pequenas imitações de fogos de artifícios. E me parece que tiveste sorte! Não encontrei. Estou te devendo essa, embora eu saiba que não toleras tiros, explosões de traques, etc! Eu gostaria de te veres correndo assustado, sem um lugar para te esconderes. Morreria, eu, de rir!

Tu és medroso demais, Toby! Vê que não és mais um bebê! Dez anos de vida já se passaram, e ainda tens medo de trovão, relâmpagos? É providencial que cresças e amadureças. Não esqueças isso! Cuida-te. Não esperes só pelas sobras dos fartos!

FATOS DA HISTÓRIA

segunda-feira, maio 29th, 2017

Ah que eu soubesse cantar!

Eu cantaria…

Como não é o meu forte,

uma flor eu vou pintar

no coração de Maria.

Seja tarde,

seja noite,

é bem mais fácil escrever

do que uma canção compor.

Olhe bem dentro dos olhos

de quem estiver amando:

Se um lago aparecer

e nele um pato nadando,

não duvide nem se assuste

que é assim que se anda.

Fique frio que é melhor,

pois mais coisa vem aí.

Enquanto um se apaixona

o outro num tá nem aí.

Só os loucos enlouquecem

e quando namoram de perto

nasce um menino maligno.

É assim que a gente vive

no mundo das ilusões!

Uns casam sem namorar,

outros namoram um tempão,

vivem juntos e se separam

e quando cansam de casados

Maria casa com Ana

e José casa com João.

Não foi assim que aprendi

na santa Igreja Católica;

Lá casa homem com mulher

e aqui vejo outro mote.

Será que me enganaram?

Pois vejo a coisa bem torta!

Meu Deus que coisa absurda,

aqui político é ladrão?

Juiz protege Juiz!

Ladrão protege ladrão!

Eu não posso acreditar

em tanto doutor político

que carrega numa mala

o dinheiro da Nação.

Na época de meu vozinho

presidente era honesto!

Deputado e Senador

só se chamava doutor,

mas hoje as coisas mudaram

não se acredita em mais nada

nem mesmo em governador!

Suprema Corte era Lei,

todo mundo acreditava.

Tribunal hoje é presídio,

cadeia é sala de aula;

político é professor, de corrupto

e de canalha;

Que direi para meus netos

que querem ser cidadãos?

Em quem vão acreditar?

Em mim eu acho que não,

pois por mais que eu me esforçar

eles vão ver mais ladrão.

Ficar mentindo pra eles

é perda de tempo danada.

Melhor mesmo é dizer tudo

não titubear na fala

e leva-los pra bem longe

que daqui não saibam nada.

Que País é esse, amigo,

que político não tem preço,

mente de fazer vergonha,

rouba até um alfinete,

imagine nas propinas

como eles deram um jeito!

Eu não quero mais falar

dessa gente imunda e vã,

de medo fico morrendo

só de ver mais um ladrão.

Mas em que pensar agora

Se não numa solução?

O FANTOCHEO – Fantoches de todos os modelos, de todos os tamanhos e de todas as cores; fantoches feitos de palhas, feitos de folhas, e feitos para gracejos; fantoches de época que só são vistos por uma temporada; fantoches que só alegram aos que logo lhes esquecem; fantoches que se enganam facilmente; fantoches que nasceram para ser fantoches. E, eternamente, serão nada mais nada menos do que fantoches! Fantoches terão sempre a essência de fantoches; fantoches serão simplesmente objetos de uso; e como objetos caem logo no esquecimento; fantoches usados para compor uma peça. A peça da traição, da mentira e da ilusão.

quinta-feira, fevereiro 2nd, 2017

AONDE CHEGAREMOS COM OS POLÍTICOS QUE TEMOS?

quarta-feira, junho 22nd, 2016

Até bem pouco tempo os presos deste País eram somente “os ladrões de galinha”, isto é: assaltantes de roubo de celular, de pequenos comércios, de anel, corrente de ouro, relógios, etc. Esse tipo de assaltante é pobre, negro e analfabeto. Deles, as cadeias, as penitenciárias, os presídios e delegacias de todo Brasil, estão cheias, completamente lotadas; celas com capacidade para 10 presos têm 50, 60. Não sobra espaço nem para sentar-se. Ficam os presos o tempo todo de pé, revezando entre si, um canto para descansar ou dormir.

A Justiça como sempre lenta ou sem estrutura, não resolve os milhares de problemas do setor. Sabe-se que há pessoas que já cumpriram suas penas, mas continuam sem liberdade por causa da morosidade do setor judicial. Isso sem contar com a falta das mínimas condições de saúde e higiene oferecidas pelo Estado.

O Brasil mudou. A Operação Lava Jato está sendo o instrumento eficaz para punir os meliantes de grande monta, como políticos, empresários e traficantes de droga. Nunca, neste País, se ouvira falar que ricos e políticos fossem presos pelos seus crimes. Somente no governo do PT isto aconteceu. Os poderosos começaram a ser presos, coisa que jamais se imaginaria acontecer no país da impunidade.

A prisão dessa gente trouxe um preço muito alto para toda a Nação. Inconformados com as prisões que os levariam à cadeia, os bandidos de terno e gravata com diploma universitário, partiram em grupo para o ataque, causando, evidentemente, a desestruturação política nacional. O alvo dessa cirurgia política era a Presidenta da República, Dilma, eleita democraticamente com 54% dos votos válidos.

Hoje, através das escutas telefônicas ilegais, sabe-se que a saída da Presidente do Palácio do Planalto cessaria a Operação Lava Jato e evitar-se-iam as prisões de empresários e políticos corruptos. Não pensaram duas vezes: a retirada da mulher de vermelho da cadeira da Presidência seria a solução. E as mentiras se multiplicaram pelas bocas podres da mídia, jogando o povão analfabeto e apolítico contra si mesmo. Resultou que a própria justiça, que tem uma venda nos olhos, tirou-a para melhor enxergar o alvo apontado pelos criminosos de lesa pátria.

Aí está o quadro! Dilma afastada esperando a definição do impeachment que será decisão do Senado. Ela não terá – a meu ver – a mínima chance de voltar ao Palácio, visto que quem decide são as cabeças do crime, os Deputados e Senadores da República. Exatamente aqueles cuja prisão já estava prevista nos apontamentos dos delatores de plantão.

Agora, os brasileiros e as Nações democráticas do mundo inteiro assistem o Presidente interino formar sua equipe de trabalho com pessoas que assumem de manhã, e caem à tarde, por falta de credibilidade. Que País é esse cujos políticos têm processo em todas as instâncias da justiça? Uma nódoa inaceitável nos parlamentos de outras nações democráticas do mundo e do próprio continente.

É difícil saber se os Estados Unidos da América do Norte – o maior império do mundo na atualidade – apoiam ou não as decisões antidemocráticas de nossos políticos. Dúvidas existem pelos mais bem informados jornalistas do mundo inteiro sobre de que lados estão os americanos. Eles estão a par dos acontecimentos políticos daqui e de quaisquer lugares do planeta. O resultado é surpresa! Não se pode confiar numa raposa faminta de domínios que está à porta do galinheiro.

ACRÓSTICO DA SAUDADE

sábado, abril 9th, 2016

 

 

Faz tempo, bastante tempo, e ainda não me esqueci…

Raiava o sol e teu pai nos pegava lendo, estudando.

Ah! Que delícia, que lembranças doces de nossa infância!…

Não era mentira que éramos parentes e verdadeiros irmãos.

Cuidávamos de nossa cultura só para nossos filhos no futuro.

Insistíamos em que fôssemos mais aplicados e mais estudiosos.

Se assim não fosse nunca chegaríamos ao ápice da pirâmide.

Como saberia eu que hoje estaria escrevendo este poema?

Oh meu amigo, onde estarás tu que não falas e não me respondes?

 

Haverei de pedir a Deus que bem de ti cuide.

E te tome nos braços como um menino, como uma criança!

Razão pela qual de nós Ele sabe tudo.

Cuido de mim para não chorar tanto porque sei que estás bem.

Urge que te envolvas logo nos cantos e nas vozes angelicais do novo mundo.

Lembrei-me de que somos compadres e certamente o faremos até o fim dos séculos.

A noite só é escura para os cegos! Tu não és cego! A palavra de Deus te conduz.

Nobre atitude de respeito mútuo que até aqui nos uniu como diletos amigos.

Oro, em meus aposentos, para sentires o Senhor mais perto de ti.

 

Deixa na lixeira teus erros e angústias e leva contigo o amor e a paz para sempre.

Essa caminhada – ao meu ver – é o mais nobre de todos os sacrifícios.

 

Oxalá, não temas, pois isso te faz seguro e destemeroso.

Lembra-te de teus pais que lá te esperam felizes e de braços abertos.

Insisto em ti dizer que estás voltando para a casa paterna. Que maravilha!

Verás – dentro em breve – que aí é bem melhor do que aqui!

É justo que os que ficam estão insatisfeitos, mas os que vão não se arrependerão.

Inda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos e não tivesse amor

Realmente seria como o metal que soa ou como o sino que tine.

Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor. Dos três, só sobra o amor!

 

NADA É ETERNO SENÃO DEUS

segunda-feira, fevereiro 15th, 2016

Tudo tem um fim e não custa muito. O império Romano dominava o mundo de ponta a ponta e hoje dele só restam as ruínas do COLISEU; do império Egípcio só as pirâmides, também em ruínas, testemunham um passado glorioso; o Vale dos Reis silenciou o poder e a glória para sempre. No momento, o maior império que o mundo conhece é o Americano. Até quando ele durará!

Por que tanta ganância, por que tanta mentira, por que acumular tanto dinheiro, se o ser humano no máximo chega a 100 anos de idade? Então não vale a pena ser corrupto, roubar merenda escolar, depositar dinheiro de propinas em Paraísos fiscais… Não valeu a pena ser poderoso para depois ser destruído pelas bactérias que seu próprio organismo criou.

No dia em que o homem descobrir que tem de trabalhar para si, mas pensando ao mesmo tempo no futuro das próximas gerações, o mundo será outro, não o dos corruptos, porém o dos seres que se amam e se respeitam de verdade.

Podíamos, há muito tempo, ser uma das maiores potências econômicas do mundo. Isso irá acontecer quando essa corja de malfeitores for estirpada, eliminada do seio da sociedade, dando lugar a outros homens, dessa vez dotados de amor e respeito. Nossa esperança é de que esses espúrios sumam e não mais voltem, pois acredito piamente na reencarnação. Que venham seres polidos pela mão de Deus para transformar o Brasil naquilo com que sonhamos. Somos, territorialmente, uma grande Nação e temos tudo para transformá-la num país em que os direitos sejam iguais para todos.

Estamos prontos para combater o inimigo que mora dentro de casa, não tenho a menor dúvida! As eleições que se aproximam é um dos principais meios de se eliminar entulhos podres de nossas entidades. Aqueles que são contaminados pela corrupção, que o criador substitua por outros cujas mãos tenham o perfume e a maciez da pela de uma criança. Essas, sempre divinas, aquelas horripilantemente dotadas de ideias mesquinhas e projetos ilícitos.

Não precisamos de governantes que só pensam no grupinho onde se dividem as riquezas produzidas por todos e se deserdam os menos favorecidos. Se essas peças não forem retiradas a tempo do tabuleiro, nenhuma jogada, por mais inteligente que seja, cerceará a fúria faminta dessas escórias.

DESIGUALDADE SOCIAL

quarta-feira, fevereiro 3rd, 2016

O Brasil é o país dos poderosos. Isto é, somente dos poderosos. Se as riquezas do Brasil não estão sendo divididas com eles equitativamente, massacram quem estiver pela frente para manipular o que há de mais sagrado numa Nação: o poder e as riquezas. Ato de fascista ou melhor, de nazi-fascista. Herança de Hitler e de Benito Amilcare Andrea Mussolini.

Aqui, no Brasil, os seguidores obedientes a esses dois criminosos estão localizados na Grande Mídia, empresários, banqueiros, grandes empresas privadas e estrangeiras. No entendimento deles, quando o governo estende aos pobres os direitos sagrados da Constituição, proclam eles guerra e se rebelam contra, e derrubam-se governos eleitos democraticamente pelo voto popular. Isso está acontecendo no governo do PT e já houve na época de Getúlio Vargas.

A mentira, que é um ato fascista, é a principal arma da mídia. Mas isso está mundando com o advento das redes sociais. Há quem minta aos borbotões, contudo há também quem os desminta. Antigamente isso não acontecia, pois ficava a mentira dita como verdade.

A internet é, no momento, a melhor coisa que já aconteceu pelo menos aqui no Brasil. Podemos desmentir o mentiroso e informar ao povão quem está com a verdade.

A desigualdade social na América Latina é a maior do mundo, afirmam as agências de pesquisa internacional, sobre o assunto. Esse desequilíbrio só acontece por causa dos interesses dos poderosos. Infelizmente, o povão nao percebe a sanha do inimigo e se leva pelas mentiras. O brasileiro precisa ser educado politicamente para não mais sofrer o golpe baixo dos leões de tocaia vestidos em pelos de cordeiro.

Leia o resto deste post »

O POEMA DO AMOR

quinta-feira, janeiro 14th, 2016

Quando o amor acontece o corpo se mexe,

O coração pula em cambalhotas ao espaço.

E salve-se quem puder!

Quando o amor acontece seu sorriso dilata-se;

Seus olhos brilham como cristal!

E solta o hálito do desejo sua juventude

Que com o mínimo de esforço abraçam-se os namorados.

Montanhas de desejos acumulam-se tal qual

O grande espectro invencível da saudade.

Enquanto as lágrimas seu rosto banham

Só você, e mais ninguém, sabe o que fazer:

Como e onde tocar com seu cajado.

As mãos brigam entre si; agarram-se, esfregam-se em demasia.

A saliva seca, as mãos suam, os lábios tremem ao se tocarem.

O mais nobre dos príncipes entra em ação,

Mas há quem o acolha em segurança em seu catre.

É bom saudade porque termina em desejos;

Que termina em aconchego, que termina em poesia.

O mais lindo poema de amor vivido por um casal

Numa noite de desejos e aconchegos,

É a realização do com que os dois já sonharam.

A vida encurta assaz quando se não ama.

E morre-se precocemente sem ter tido saudade, sem ter vivido, sem ter amado!

Morre-se muito mais por não se ter respondido ao que o coração desejava.

Por isso mesmo ame muito; não há desperdício quando se ama mais.

 

 

VOCÊ ESTÁ TRISTE!

domingo, dezembro 20th, 2015

Você está triste!

Eu sei que existem motivos para tal, porém pense forte e tente mudar! Um minuto de reflexão pode trazer-lhe descanso e paz. Às vezes, estamos precisando de uma palavra de carinho, de um olhar, de um aperto de mão onde se sinta que nem todas as pessoas são más. Ligue-se aos sons do ambiente e saiba interpretá-los. Mensagens lindas de ensinamentos lhe chegarão aos ouvidos e haverá momentos em que se assustará com o que ouve.

O vento baterá sua face suave e delicadamente. E ao fechar os olhos verá pomares respirando doçura e encantamento; flores, borboletas, pássaros e a natureza exuberante formam uma confraria de boas vindas e de aconchego matinal. Enche-se de cores e de esperança sua imaginação, e nesse instante suas mãos tremem não de medo, porém de satisfação para agradecer a Deus por ser um pedacinho de Sua Maravilhosa Obra.

Festeje com o meio ambiente o prazer de estar vivo e nunca mais se entristeça, pois o maior presente que tem é o de acordar e sentir-se vivo e filho de Deus.

Seja inteligente, mas também nunca egoísta. A Festa que prepara é um ato de fé e de esperança de dias melhores. Sem essas duas coisas é impossível sair ileso da tristeza. Por isso mesmo estamos nos preparativos do raiar do sol, isto é, da chegada daquele que nos ama de verdade. Essa renovação é típica para você que precisa mudar de comportamento, de pensamento, de ideias para ser uma pessoa decididamente nova em todos os aspectos.

Deixe as roupas velhas em qualquer lugar e vista as novas que se lhe apresentam. Se quiser, as perspectivas de ser novo são enormes. Em sua vida, há muito que fazer, há muito que doar, há muito em desuso que deve ser jogado fora; se quer – de fato – ser um homem novo nasça outra vez; nascimento se consubstancia boa nova. Quando você muda, está nascendo para a realidade e novos projetos de vida surgirão.

é um novo homem pela graça de Deus porque aceitou ser diferente daquele cansado e arcaico cujas ideias nunca tinham sido renovadas. Pode com certeza agora você ser mais útil, voluntariando-se a muitos trabalhos. Se souber quantas pessoas – nesse instante – estão precisando de sua ajuda, ficará assustado e sem dúvida se entregará à Obra de Deus que é infinita e nunca lhe faltará trabalho.

Hospitais, casas de saúde, presídios, manicômios, asilos, velhinhos, estão à sua espera e precisam do seu trabalho. Nunca é tarde para servir a Deus e se o fizer, encher-se-á de graça e nunca mais será uma pessoa triste! A tristeza é um ato de pequenez que não há como revertê-lo senão através de atitudes nobres com os nossos semelhantes mais necessitados.

Aproveite esse Natal e faça-se pregador da palavra de Deus fazendo de tudo um pouco por aqueles em cuja casa a pobreza venceu em todos os sentidos. Prepare sua mesa e convide os tristes de sua rua, de seu bairro para ensinar-lhes que não usem a tristeza como pretexto de insucesso, porém dela se desvencilhem praticando tudo que possa torná-los felizes. Agora você é o Mestre e nunca mais uma pessoa triste. Sois Deus disse o Mestre!

%d blogueiros gostam disto: