Arquivo de maio, 2012

DIA DAS MÃES

sábado, maio 12th, 2012

Quem sabe dizer qual é o melhor presente para uma mãe?  Será uma rosa? Ou será um beijo, um abraço?

As flores são muito representativas no dia das mães. Mãe e rosa se identificam muito facilmente. Nesta data todas as pessoas buscam um presente. As lojas do centro da cidade estão lotadas; pessoas de todas as raças e credos entram nas lojas e delas saem à procura de alguma coisa para mamãe.  Alguns compram joia, outros perfume, calçado, roupas, utensílio do lar e há quem pague uma viagem para o exterior. Seja lá o que for cada um dá um jeito de comprar uma lembrancinha. Não precisa ser cara, pois o valor do presente está no respeito e na consideração ao ente mais querido de todos os séculos.

Quantos choram suas lembranças, suas saudades por não mais tê-la no convívio familiar. Sentem o coração bater forte como se a mãe ali estivesse, para, pelo menos, darem-lhe aquele abraço, aquele beijo. É lamentável a ausência dessa mulher guerreira que sempre soube amar, chorar e sorrir mesmo quando os problemas são insolúveis.

O dia das mães é um marco sagrado no coração de todas as pessoas, sejam adultas, adolescentes, ou até mesmo crianças. Dentro de uma embalagem, às vezes improvisada em casa, está guardado o segredo que tira abraços, lágrimas e sorrisos. Pode ser uma mensagem falando de paz, uma rosa, falando de amor. Todas as mães se sensibilizam neste encontro com os filhos onde a confraternização é direcionada e exclusiva a essa mulher santa que tem o coração cheio de ternura. Ela tem um jeito muito especial de como agradecer a tudo isso. Para completar a festa só ela mesma sabe o que dizer e como dizer.

Eu sempre dei à minha um presentinho. No dia dela eu viajava mais de 100 km para praticar um ato aprendido no berço: pedir-lhe a bênção, beijar-lhe as mãos e chamar-lhe de mamãe. Esse ato para mim era extremamente confortante e resumia-se num dever de filho. Essas gentilezas foram ensinadas por ela. Os tempos mudaram e não mais se ver nada parecido.

A mãe mais querida do mundo é aquela cujo coração está aberto o tempo todo para receber o filho em qualquer situação. Pode ser o bandido, o criminoso, o doutor, o médico. Todas as mães sabem dizer com sabedoria que o amor é lindo em todas as suas dimensões. Que o amor materno não escolhe profissões nem estado social. O amor de mãe é uma fagulha de luz divina. Deus colocou essa chama no peito de todas elas e é por isso que têm esse dom aperfeiçoado. Toda mãe é um pedaço de doçura; toda mãe é um facho de luz que ilumina o mundo de cada filho.

Há um mistério muito grande no coração de uma mãe. Até agora não se conseguiu decifrá-lo e certamente ninguém o fará porque sendo de Deus o homem ainda é muito pequeno para saber as coisas do céu.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: