Arquivo de junho, 2016

AONDE CHEGAREMOS COM OS POLÍTICOS QUE TEMOS?

quarta-feira, junho 22nd, 2016

Até bem pouco tempo os presos deste País eram somente “os ladrões de galinha”, isto é: assaltantes de roubo de celular, de pequenos comércios, de anel, corrente de ouro, relógios, etc. Esse tipo de assaltante é pobre, negro e analfabeto. Deles, as cadeias, as penitenciárias, os presídios e delegacias de todo Brasil, estão cheias, completamente lotadas; celas com capacidade para 10 presos têm 50, 60. Não sobra espaço nem para sentar-se. Ficam os presos o tempo todo de pé, revezando entre si, um canto para descansar ou dormir.

A Justiça como sempre lenta ou sem estrutura, não resolve os milhares de problemas do setor. Sabe-se que há pessoas que já cumpriram suas penas, mas continuam sem liberdade por causa da morosidade do setor judicial. Isso sem contar com a falta das mínimas condições de saúde e higiene oferecidas pelo Estado.

O Brasil mudou. A Operação Lava Jato está sendo o instrumento eficaz para punir os meliantes de grande monta, como políticos, empresários e traficantes de droga. Nunca, neste País, se ouvira falar que ricos e políticos fossem presos pelos seus crimes. Somente no governo do PT isto aconteceu. Os poderosos começaram a ser presos, coisa que jamais se imaginaria acontecer no país da impunidade.

A prisão dessa gente trouxe um preço muito alto para toda a Nação. Inconformados com as prisões que os levariam à cadeia, os bandidos de terno e gravata com diploma universitário, partiram em grupo para o ataque, causando, evidentemente, a desestruturação política nacional. O alvo dessa cirurgia política era a Presidenta da República, Dilma, eleita democraticamente com 54% dos votos válidos.

Hoje, através das escutas telefônicas ilegais, sabe-se que a saída da Presidente do Palácio do Planalto cessaria a Operação Lava Jato e evitar-se-iam as prisões de empresários e políticos corruptos. Não pensaram duas vezes: a retirada da mulher de vermelho da cadeira da Presidência seria a solução. E as mentiras se multiplicaram pelas bocas podres da mídia, jogando o povão analfabeto e apolítico contra si mesmo. Resultou que a própria justiça, que tem uma venda nos olhos, tirou-a para melhor enxergar o alvo apontado pelos criminosos de lesa pátria.

Aí está o quadro! Dilma afastada esperando a definição do impeachment que será decisão do Senado. Ela não terá – a meu ver – a mínima chance de voltar ao Palácio, visto que quem decide são as cabeças do crime, os Deputados e Senadores da República. Exatamente aqueles cuja prisão já estava prevista nos apontamentos dos delatores de plantão.

Agora, os brasileiros e as Nações democráticas do mundo inteiro assistem o Presidente interino formar sua equipe de trabalho com pessoas que assumem de manhã, e caem à tarde, por falta de credibilidade. Que País é esse cujos políticos têm processo em todas as instâncias da justiça? Uma nódoa inaceitável nos parlamentos de outras nações democráticas do mundo e do próprio continente.

É difícil saber se os Estados Unidos da América do Norte – o maior império do mundo na atualidade – apoiam ou não as decisões antidemocráticas de nossos políticos. Dúvidas existem pelos mais bem informados jornalistas do mundo inteiro sobre de que lados estão os americanos. Eles estão a par dos acontecimentos políticos daqui e de quaisquer lugares do planeta. O resultado é surpresa! Não se pode confiar numa raposa faminta de domínios que está à porta do galinheiro.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: